terça-feira, 16 de abril de 2019

O Mistério do Encantador Rogério

Diz que é um reputado jurista, versado na lei e purista, não sei se é golpe ou falha de vista, vejo-o sempre a fazer-se à pista, exercendo o seu "magistério de influência", mais contagioso que o vírus influenza, mais venenoso que uma mamba negra, perigando a saúde mental qual doença, dizendo-se gente de bem e íntegra, como mandam os costumes e a jurisprudência, e o Sporting em eterna convalescença, enquanto te encanta com uma retórica sequência, serpenteando com a sua eloquência, envolvendo-te a mente e caçando a tua cabeça, como cobra real ou naja mordendo a presa, enquanto ela definha indefesa.
Alinhou com Soares Franco e o cabeça de giz, com o Gnominho depois foi chamariz, num golpe d'asa do destino, ficou à tangente pelo caminho, sacrificado para seguir em frente o Godinho, retirado numa travessia pelo deserto do chafariz, mas ele nunca ficou perdido ou sozinho, foi um pequeno intervalo até regressar ao seu cantinho, e só Bruno de Carvalho o fez infeliz, tornou-o mais desbocado e sibilino, com a direcção do Clube e da SAD inconformado, ao contrário de agora, que tem estado ocupado, faz que não sabe, anda mais caladinho, tímido e reservado.
Talvez haja explicação para o hiato passado, pode ter estado em hibernação e depois em negação entrado, por falta de alimentação, como as nagas da Índia e do Ceilão inexplorado.
Vê fantasmas sufocantes no passado, mas usa óculos por causa do mau olhado. É tramado, é tramado.
Será que o Rogério quer resolver o Mistério do relatório que foi revelado? Dizem os estatutos que jurou defender, agora já menos vetustos, que é motivo para se ser condenado.
Espero que o lugar de Presidente da Mesa da Assembleia Geral não esteja assombrado...







Sem comentários:

Enviar um comentário

A Última Profecia (?)

Pim-Pam-Pum, cada tala mata um

Não é fácil manter o equilíbrio, neste volátil e a arder mundo anfíbio, pior quando o jogo começa com um desequilíbrio, porque um avançado r...

Mais Manás